REGRAS DE ARBITRAGEM

 

 

TERMINOLOGIA

 SHOBU HAJIME  Começo do combate

 Depois do anúncio, o Árbitro  dá um passo atrás.

 ATOSHI BARAKU  Falta pouco tempo

 O cronometrista dará um sinal sonoro 30 segundos antes de terminar o combate e o Árbitro anuncia “Atoshi Baraku”.

 YAME  Parou o combate  Interrupção ou final do combate. Simultaneamente ao anúncio, o Árbitro executa com a sua mão um movimento de corte para baixo.
 MOTO NO ICHI  Posição original  Os competidores e o Árbitro voltam às posições originais.
 TSUZUKETE  Continuação do combate  Ordem para continuar a combater, quando alguma interrupção não autorizada ocorre.
 TSUZUKETE HAJIME  Continuação do combate - Comecem  Enquanto diz “Tsuzukete” o Árbitro retrocede em Zenkutsu dachi e estende as palmas das mãos em direção aos competidores. Enquanto diz “Hajime”, dirige rapidamente as palmas das mãos para dentro e quase as junta ao centro, e ao mesmo tempo dá um passo atrás.
 SHUGO  Os Juízes são chamados  O Árbitro chama os Juízes no final do combate ou para analisar uma penalização de Shikaku.
 HANTEI  Decisão  O Árbitro consulta o Juiz para produzir uma decisão no final de um Encho-Sen não conclusivo. Depois de um curto sinal do apito, os Juízes mostram o seu voto através de um sinal de bandeira e o Árbitro mostra o seu voto levantando o seu braço.
 HIKIWAKE  Empate  No caso de empate, o Árbitro cruza os braços no peito, descruza-os e sustenta-os esticados ao lado do corpo com as palmas das mãos viradas para a frente.

 TORIMASEN

 Não é aceitável como técnica pontuável  O Árbitro cruza os braços no peito, descruza-os em movimento de corte com as palmas viradas para baixo.
 ENCHO-SEN  Extensão do combate  O Árbitro reinicia o combate com o comando “Shobu Hajime”.

 AIUCHI

 Técnicas pontuáveis e simultâneas  Nenhum dos competidores pontua. O Árbitro junta os punhos à frente do peito.
 AKA (AO) NO KACHI  Vermelho (azul) ganha  O Árbitro levanta o braço obliquamente para o lado vencedor.
 AKA (AO) SANBON  Vermelho (azul) marca três pontos  O Árbitro levanta o braço a 45º do lado do competidor que marcou.
 AKA (AO) NIHON  Vermelho (azul) marca dois pontos  O Árbitro levanta o braço ao nível do ombro do lado do competidor que marcou.
 AKA (AO) IPPON  Vermelho (azul) marca um ponto  O Árbitro estende o seu braço para baixo a 45º do lado do competidor que marcou.
 CHUKOKU  Primeiro aviso da Categoria 1 ou da Categoria 2 sem penalização  Para a Categoria 1 o Árbitro vira-se para o competidor que cometeu a infração e cruza os braços ao nível do peito. Para a Categoria 2 o Árbitro aponta o seu dedo indicador (com o braço dobrado) para a cara do competidor que cometeu a infração.
 KEIKOKU  Penalização, atribuindo um Ippon ao oponente O Árbitro indica uma penalização de categoria 1 ou 2 e depois aponta com o dedo indicador para baixo a 45º o infrator e atribui Ippon (um ponto) ao oponente.
 HANSOKU-CHUI  Penalização, atribuindo um Nihon ao oponente  O Árbitro indica uma penalização de categoria 1 ou 2 e depois aponta com o dedo indicador horizontalmente o infrator e atribui Nihon (dois pontos) ao oponente.
 HANSOKU  Desclassificação  O Árbitro indica uma penalização de categoria 1 ou 2 e depois aponta com o dedo indicador para cima a 45º o infrator e atribui a vitória ao oponente.
 JOGAI  Saída da área de competição  O Árbitro aponta o seu dedo indicador para a linha limitadora da área de competição do lado do competidor que cometeu a infração.
 SHIKKAKU  Desclassificação “Saia da competição”  O Árbitro aponta com o dedo indicador para cima a 45º o infrator e move-o para fora e para trás anunciando “AKA (AO)  Shikkaku”, anunciando de seguida a vitória do seu oponente.

 KIKEN

 Desistência  O Árbitro aponta com o dedo indicador a linha do competidor que desiste ou que está ausente.

 MUBOBI

 Advertência por pôr em perigo a sua segurança  O Árbitro toca na sua cara, depois voltando o cutelo da mão para a frente, move-a para os lados indicando aos Juízes que o competidor está a pôr em perigo a sua própria segurança.

 

GESTICULAÇÃO

SHOMEN-NI-REIO

Árbitro estende os seus braços e palmas para a frente.

OTAGAI-NI-REI_O

Árbitro indica aos competidores que façam a sua saudação.

SHOBU HAJIME “Começo do combate”

O Árbitro está situado na sua linha e dá um passo atrás.

YAME = “Parem” - Interrupção ou final do combate.

O Árbitro separa os competidores executando com a sua mão um sinal de corte. O cronometrista pára o cronômetro.

TSUZUKETE HAJIME

“Continuação do combate. Comecem!”

O Árbitro retrocede em Zenzutsu dachi, estende as palmas das mãos em direção aos competidores e quase as junta ao centro.

OPINIÃO DO ÁRBITRO

Depois de dizer “Yame” utilizando o sinal prescrito, o Árbitro indica a sua preferência mantendo o braço flexionado com a palma da mão virada para cima do lado do respectivo competidor.

IPPON (Um Ponto)

O Árbitro estende o seu braço para baixo a 45º do lado do competidor que marcou.

NIHON (Dois Pontos)

O Árbitro levanta o braço ao nível do ombro do lado do competidor que marcou dois pontos.

SANBON (Três Pontos)

O Árbitro levanta o braço a 45º do lado do competidor que marcou.

CANCELAMENTO DA ÚLTIMA DECISÃO

O Árbitro vira-se na direção do competidor, anuncia “aka” ou “ao”, cruza os seus braços, faz o gesto de cortar, palmas da mão para baixo, a fim de indicar que a última decisão foi cancelada.

NO KACHI

O Árbitro levanta o braço em oblíquo (45º) para o lado vencedor

KIKEN “Desistência”

O Árbitro aponta com o dedo indicador para o local do competidor indicado na área de competição, anuncia a sua desistência e a vitória do seu oponente.

SHIKKAKU “Desclassificação, Saia da área da competição”

O Árbitro utiliza dois gestos, anunciando «aka (Ao) shikkaku», apontando com o indicador a cara do competidor e de seguida aponta para trás dele, expulsando-o da competição, anunciando de seguida a vitória do seu oponente com o gesto atrás descrito.

HIKIWAKE “Empate”

O Árbitro cruza os braços no peito, descruza-os e sustenta-os esticados ao lado do corpo com as palmas das mãos viradas para fora.

Infração de CATEGORIA 1

O Árbitro vira-se para o competidor que cometeu a infração e cruza os braços ao nível do peito.

Infração de CATEGORIA 2

O Árbitro aponta o seu dedo indicador (com o braço dobrado) para a cara do competidor que cometeu a infração.

CHUKOKU

Fazendo o sinal apropriado, o Árbitro dá um aviso de Categoria 1 ou Categoria 2. Não é dada nenhuma penalização.

KEIKOKU “Penalização, atribuindo um Ippon ao oponente”

O Árbitro indica uma penalização da Categoria 1 ou 2 e aponta com o dedo indicador o pé do infrator.

HANSOKU CHUI “Penalização de Nihon”

O Árbitro indica a penalização de Categoria 1 ou 2 e aponta com o dedo indicador horizontalmente na direção do prevaricador e dá Nihon (dois pontos),  ao oponente.

HANSOKU “Desclassificação”

O Árbitro indica a penalização da Categoria 1 ou 2 e aponta com o seu dedo indicador para cima a 45º graus na direção do prevaricador, e dá a vitória ao oponente.

AIUCHI “Técnicas simultâneas”

Nenhum dos competidores pontua. O Árbitro junta os punhos à frente do peito.

TORIMASEN “Não é aceitável como técnica pontuável”

O Árbitro cruza os braços e faz o gesto de cortar, com as palmas das mãos viradas para baixo. Quando o árbitro usa este sinal seguido do de reconsideração, significa que a técnica foi deficiente num ou mais dos seis critérios de pontuação.

“RECONSIDERAÇÃO”

Depois de indicar a sua motivação, o Árbitro pede aos Juízes que reconsiderem a sua opinião.

AKA (AO) MARCOU PRIMEIRO

O Árbitro indica aos Juízes que o Aka marcou primeiro colocando a sua mão direita aberta em direção à palma da outra mão. Se Ao marcou primeiro, faz a posição inversa.

TÉCNICA BLOQUEADA

O Árbitro coloca uma das mãos aberta sobre o outro braço indicando aos Juízes que aquela técnica foi bloqueada ou atingiu uma área não pontuável

TÉCNICA FALHADA

O Árbitro move o seu punho fechado ao longo do seu corpo indicando aos Juízes que aquela técnica falhou.

CONTACTO EXCESSIVO

O Árbitro indica aos Juízes que houve contacto excessivo, uma infração da Categoria 1.

FALSEAR OU EXAGERAR LESÃO

O Árbitro leva as duas mãos à cara para indicar uma falta de categoria 2.

JOGAI “Saída da área de competição”

O Árbitro aponta o seu dedo indicador para a linha limitadora da área de competição do lado do competidor que cometeu a infração.

SHUGO “Chamar os Juízes”

O Árbitro chama os Juízes no final do combate ou para analisar uma penalização de Shikaku.

MUBOBI (Pôr em perigo a sua própria segurança)

O Árbitro toca na sua face e vira o cutelo da sua mão em frente, move-se para trás indicando aos Juízes que o competidor está a pôr em perigo a sua própria segurança.

EVITAR COMBATER

O Árbitro faz um movimento circular com o dedo indicador apontando para baixo, indicando aos Juízes falta de Categoria 2.

AGARRAR, BRIGAR, EMPURRAR OU PRENDER SEM TENTAR UMA PROJEÇÃO OU OUTRA TÉCNICA

O Árbitro posiciona os punhos fechados à frente e ao nível dos ombros ou faz um movimento de empurrar, indicando falta de Categoria 2.

ATAQUES DESCONTROLADOS E PERIGOSOS

O Árbitro faz o seu punho fechado passar ao lado da cabeça, indicando aos Juízes falta de Categoria 2.

ATAQUES COM A CABEÇA, JOELHOS OU COTOVELOS

O Árbitro toca na sua testa, joelho ou cotovelo com a mão aberta, indicando a seguir falta de Categoria 2.

FALAR OU RIDICULARIZAR O OPONENTE, OU COMPORTAMENTO DESCORTÊS

O Árbitro coloca o seu dedo indicador nos lábios, indicando uma falta de categoria 2.

SHUGO “Chamada dos Juízes”

O Árbitro Chama os Juízes no final do combate ou encontro ou para recomendar Shikaku.

 

Fonte: FEPRKG (http://www.karateparana.com.br/arbitragem.htm - 07/2005)

 

 

VER TAMBÉM

Kata Categorias Fichas

 

 




(GOOGLE ADDS)







© ® 2003                                                                                                                   Página Inicial